sexta-feira, 1 de julho de 2011

Era para mim.


Não sei se começo pelo que vai dentro ou fora; pelo paletó ou pela camisa. Na realidade não se trata de paletó, e muito menos camisa. Explico: — é só mesmo um velho hábito de denominar, tratar coisas diferentes como se elas fossem iguais. Paletó, blazer, casco, jaqueta. E, bastou cair à temperatura que lá estou eu procurando um blazer para vestir. Mas não uso com camisa, não. Uso mesmo é com uma camiseta, pois além de ser prático penso eu, fica mais feminino. E gosto muito.

Mas apesar da minha dúvida no começo dessa narrativa, a bem da verdade, o que importa aqui é o que vai dentro, ou melhor, o que ficou guardado dentro, no fundo de mim. Foi tudo muito rápido. Hoje, no finalzinho da tarde quando virava à esquina Moreira Cesar avistei um grupo de jovens senhoras sorridentes. Na hora não me dei conta que o sorriso era para mim. Demorei uns segundos até reconhecê-las. E, quase no meio da rua, eufóricas nos abraçamos.

As jovens senhoras foram professoras, na Escola Estadual Francisco Eufrásio Monteiro, e na época eu era a Coordenadora Pedagógica na mesma escola. Trabalhamos juntas durante três anos e nas nossas reuniões semanais, os famosos HTPCs, eu sempre procurava ler um poema, um texto literário ou comentar algum filme interessante antes de começarmos as discussões dos temas propriamente pedagógicos.

E, hoje a tarde no friozinho da Moreira Cesar, esquina da Cesário Mota, elas recordaram desse fato. Meus olhos se encheram de lágrimas, meu coração ficou apertado, e ao mesmo tempo senti uma grande alegria com essa bela lembrança guardada lá no fundo de mim.

4 comentários:

Katia Mota disse...

Guarde tudo que lhe for caro.
bjs

sueli aduan disse...

opa!sempre e sempre, principalmente gente.

bjs

cristinasiqueira disse...

Oi Sueli,

Os deliciosos encontros nas esquinas do interior.Quem vive sabe por que os olhos marejam nas histórias sentidas.
Beijos,

Cris

sueli aduan disse...

Você conseguiu colocar a exata sensação,Cristina. Perfeito!

O interior é ótimo principalmente por esses pequenos e deliciosos detalhes.

grata, querida.

bjus