quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Iniciação

Foi num cinema poeira que achei os cigarros, esquecidos na poltrona ao lado. Não me lembro da marca, mas lembro que o filme era de Flash Gordon. Fumei tres seguidos no banheiro acanhado.
Um coroa de óculos escuros acendeu pra mim. No mais, só me lembro da tosse, da mão do cara no meu sexo e da nota de dez que ele me deu, depois.

Foi asim que, num só día e pela primeira vez, fui fumante e prostituto entre naves estelares e pistolas desintegradoras na face ocidental do planeta Mongo.


Fred Nabhan- poeta (de mão cheia) e ex- integrante do  grupo "O Tablado", atualmente é meu aluno na Oficina em Tatui. O miniconto é fruto de um exercício proposto em aula.

3 comentários:

Toninhobira disse...

O que a curiosidade faz para maxima de que peixe morre pela boca.Belo exercicio com reflexão e lição.
Paraens ao Fred.
Um abraço amiga.

sueli aduan disse...

:o) é vero, Toninhobira.

Sim um belo miniconto.

O Fred arrasa,logo postarei os sônetos dele no AO POETICO.

ABRAÇO AMIGO.

sueli aduan disse...

ops! Ato Poético.