terça-feira, 18 de outubro de 2011

Minicontos



Bela Viola
Nossa! Que homem bonito! Que porte, que olhos, que cabelos! Isso não é um homem, isso é um deus grego, grego não, babilônico. Que maravilha!! Sorridente e feliz, João mandou-se um beijo estalado, saiu do espelho e partiu prás baladas.
Fredy Nabhan

Sexo explicito
O outono chegou entre brisas e desejos. A árvore se despiu apressada .(Fizeram amor em plena rua)
Fredy Nabhan


O Boto
Na beira do igarapés o boto se fez homem e engravidou a pobre donzela. Além da lua, eu  fui a única testemunha. Mas foi ela quem me seduziu.
Ary Roberto Souza Pinto


A Correria
Marilson estava de costas quandoo gatilho foi acionado. Nada viu. Somente ouviu o estampido. Todo mundo saiu correndo. Porém, por decisão do destino, foi ele quem recebeu a medalha de ouro da maratona
Ary Roberto Souza Pinto



Exercícios propostos em sala -Tatuí.

3 comentários:

Toninhobira disse...

Parabens aos escritores desta magnifica oficina.Belos minicontos inspirados com arte.
Creio que assim dá prazer a regencia com belas apresentações.
Meu carinhoso abraço Sueli.
Bju.

sueli aduan disse...

Sim, meu querido amigo Toninhobira,sinto uma alegria e um prazer imenso com a Oficina ,o privilégio da troca com esses escritores maravilhosos. O mesmo se dá como "escritoslinguagemno corpo".

Sou uma pesoa de sorte :o)

grata.
abraços

Djalma disse...

Ary,
Parabéns pela incrível criatividade e habilidade em escrever minicontos!
Abraços, do seu primo Júnior.