terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Tributo à Maria Ivone- sú

a Maria?
a Maria era minha amiga
quando ela foi embora pra Parati
e São Paulo, que ainda, era o mundo todo
ficou pequenininha
do tamanho da nossa rua.
a Zapata, a Maria Antonia, a palavra,
o sonho.. enquanto ouvíamos Chico:
....apesar de você amanhã há de ser outro dia
eu pergunto a você .... quando o galo insistir em cantar...
...esse meu sofrimento vou cobrar com juro, juro
...todo esse amor reprimido, esse grito contido......
hoje que a Maria morreu,
e São Paulo ficou lá longe
e o amanhã nunca foi o outro dia
eu pergunto
e agora Maria?
que importa se um dia você achou que o mar era lindo,
se sonhou tocar violino
agora tudo findo
está completa
nada mais lhe falta.

2 comentários:

Katia Mota disse...

Su que lindo... Gostei muito... Ah e fugiu um pouco do seu estilo, mesmo assim gostei muito.
bjão querida

sueli aduan disse...

É Kátia,fugiu sim, a Maria e eu fomos muito amigas, numa fase, que apesar de díficil, acreditavámos muito...muito.. rs.
Ela faleceu agora em Dezembro lá em Salvador. Coisas doídas da vida...
bjs