domingo, 8 de novembro de 2009

Imagem

O olho que me olha
          
Olha com medo.
Olha,
entreolha,
reolha.
                                               
                                     O olho que me olha                                   
olha com desdém.
olha por olhar.
O olho que me olha
olha sem ver
olha sem perceber
Que sou eu quem olha.
Olhos que não veem

  Espelho de minha imagem.

6 comentários:

NDORETTO disse...

Olhos,olhos, Mas esses olhos que a olham enxergam coisinhas que os seus não!.....rsrsrsr Uma graça,lindinho o poema!

bjs
neusa

sueli aduan disse...

Obrigada Neusa,

(rsrs) vc tem razão!!! e fico feliz por colocar dessa maneira delicada/sutil/póetica. "Coisas dos grandes".
valeu!!! minha querida!
bjus

Toni D'Agostinho disse...

Lindo!
Bj.

sueli aduan disse...

ualll!vindo de vc!!!! ganhei o dia.
bjão

Veroca disse...

Su, dá uma passadinha la na colcha. Meu prazo termina hoje meia noite, mas talvez me atrase umas horas pra postar. Mas já ja o novo texto estará por lá, viu? Um incêndio me mobilizou nas últimas setenta e duas horas, mas já se resolvendo. beijos

sueli aduan disse...

Ô Veroca querida, fica tranquila!!!
Espero que tudo esteja bem!!! e não se preocupe mesmo, viu!!!
super beijão