segunda-feira, 17 de maio de 2010

Clic! Paro o tempo

Clic!
Paro o tempo.
Fotógrafo. Olho a cidade.
Quem?

Quem enxerga através de meus olhos?
Eu?Eu matuto,
Eu mameluco,
Eu paranóico,
Eu paraibano,
 Eu sorocabano.

Eu cidadão do mundo,
Todo mundo?
Além da fronteira, da beira, da clareira.
A vida,
O tempo,
A cidade
.

Um comentário:

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°° Marcos Quinan disse...

Não resisto em te abraçar com esse poema...



Fotografia


O instante deu-se aos olhos
Os olhos se entregaram ao instante

Único em si
Único em mim

Gestos de cores
Tons, sombras
E nuances
Deixando se capturar

Fração de tempo
Fração do olhar

Revelação...

Duas harmonias se olhando
E misturando belezas

O clique registra
Gravando a imagem
De quando o instante
Fotografado me fotografou